Blog sobre Iluminação, Arquitetura, Design

Posts Tagged ‘gesso’

Projeto luminotécnico = QUARTO

In Efeitos de iluminação, Projeto luminotécnico on 27 de outubro de 2012 at 18:30

Fonte da imagem site: La Lampe. 

No ambiente do quarto há toda uma atmosfera especial para iluminar, pois esse ambiente tem que ser devidamente iluminado de forma aconchegante. Cada projeto terá uma dimensão, layout, cores e aberturas diferentes, mas as “regrinhas” básicas do projeto valem para todos. Você só terá de analisar com cuidado cada detalhe. O primeiro passo do projeto é setorizar as seções do projeto, por exemplo: área da cama/cabeceira, TV, bancada para maquiagem, bancada de estudo ou apoio para computador e armário. Pois cada um terá uma iluminação diferente. Posteriormente partimos para a setorização da iluminação como: iluminação geral, iluminação pontual, balizadora e dimerizável. 

CABECEIRA DE CAMA

Na cabeceira de cama podemos usar abajur, luminária de leitura, pendente, arandela ou painel com iluminação indireta que pode-se usar lâmpadas fluorescente, mangueira luminosa ou LED. Mas para todo projeto é importante analisar quem vai usar o espaço e quais são os hábitos dessa pessoa, se a mesma tem em sua rotina a leitura antes de adormecer, com certeza no projeto tem que prever luminária específica para a leitura.

Fonte da imagem site: Minha casa minha cara.

Fonte da imagem site: Belos Quartos

Fonte da imagem site: Belos quartos.

Fonte da imagem site: Casa Abril.

Fonte da imagem site: Wood second chance.

CORTINEIRO

Se no ambiente a ser projetado terá o gesso como fechamento do forro, tem-se a possibilidade de fazer o efeito que chamamos de cortineiro iluminado, como na imagem abaixo. Esse efeito é de luz indireta e pode-se usar fluorescente tubular, mangueira luminosa, fita de LED ou até mesmo as mini dicróicas. Estas farão um efeito diferente, pois como você na imagem é uma iluminação contínua, e com as mini dicróicas você terá o desenho de vários facho de luz, as ogivas.

ARMÁRIO

Nem sempre em todos os projetos haverá possibilidade de ter um closet separado, para tanto o armário fica no mesmo ambiente do quarto. É muito importante e delicado iluminar essa área. Sempre temos que lembrar quando vamos em uma loja de roupas, as mesmas estão sempre recebendo uma iluminação direcionada para elas, e sempre amarela, que é a iluminação mais próxima da luz solar. Pode-se usar um rasgo de luz contínuo em toda a extensão do armário como na imagem abaixo, embutidos com lâmpadas fluoresentes amarelas, LED ou embutido dicróica energy saver com filtro fosco.

Fonte da imagem site: Roberto Rocha.

Fonte da imagem site: Belos quartos.

Fonte da imagem site: Segatto.

BALIZADOR

O balizador é uma luminária importante para a circulação noturna quando não se quer ascender várias luzes e despertar o sono. Os balizadores também podem ser dimerizáveis, mas sempre dê a preferência para as luminárias com LED, que não emitem calor e consomem pouca energia, caso a mesma ficar ligada a noite inteira.

Fonte da imagem site: Bellaluce.

LUZ GERAL com lustre

Os famosos e charmosos lustre sempre darão um grande charme para qualquer ambiente. Para tanto, com é uma peça de destaque, é preciso escolher com muito cuidado, para que faça uma composição harmoniosa no ambiente e que seja com o tamanho proporcional ao espaço. Geralmente os lustres usam lâmpadas halógenas, com isso, pode-se usar um dimmer complementando o aconchego do ambiente.

Essa imagem acima tem um mix de luminárias decorativas como o lustre central, o pendente na lateral direita e uma outra luminária na lateral esquerda. Essa é uma solução interessante quando no ambiente o forro é com laje e as possibilidades de diversas fonte de luz é limitada.

LUZ GERAL com luz indireta

A iluminação indireta é a mais requisitada para o centro do quarto, principalmente porque a luz como o próprio nome diz, é indireta, sendo indireta ela também não irá ofuscar os olhos de quem estiver deitado na cama. Também pode-se usar o recurso do dimmer. A luz indireta pode ser proporcionada por uma luminária específica ou por meio de sancas e rasgos no gesso.

Fonte da imagem site: Você viu?

Fonte da imagem site: Blog Delumini

Fonte da imagem site: Arquitetando.

LUZ GERAL com luz difusa

Fonte da imagem site: Assim eu gosto.

Fonte da imagem site: Latest Furniture Trends

LUZ GERAL com iluminação natural

A iluminação natural é fundamental, mas essa tem que nascer junto com a arquitetura. Tem que ser muito bem projetada conforme a visual externa e a direção solar para melhor aproveitamento. A luz natural pode ser bem aproveitada com as aberturas das janelas ou com iluminação zenital.

Fonte das demais imagens site: Pinterest.

Fonte das demais imagens site: Assim eu gosto.

Anúncios

Detalhe de gesso

In Efeitos de iluminação on 4 de abril de 2010 at 1:22

O forro de gesso permite que o teto fique mais “limpo” e clean, pois as luminárias ficam embutidas no gesso e o acabamento fica reto com a linha do gesso. O gesso é um elemento muito funcional para um projeto luminotécnico, pois deixa-o também independente das luminárias existente no mercado e permite uma livre criatividade de forma e função conforme o resultado esperado. Os detalhes mais comuns utilizado nos dias de hoje são os rasgos e sancas invertidas, como meio de luz pode-se usar fluorescentes tubulares, mangueiras luminosas ou fitas de led. Outras soluções também adotadas são os cortineiros, que também podem ser iluminados por fluorescentes, mangueiras, led e mini dicróica.

Fonte da imagem site: Arte e Gesso JB.
Neste projeto foi proposto rasgos de luz de forma que remetesse a um pergolado, e como fonte de luz foi utilizado lâmpada fluorescente.

Fonte da imagem site: Arte e Gesso JB.
Neste ambiente o gesso foi explorado de diversas formas, servindo para luminárias embutidas, rasgos e rebaixo duplo com fluorescente permitindo a luz indireta. Aproveitando a descrição da iluminação deste ambiente, temos ainda um plafon central como luz difusa, os pendentes com cúpula cilíndrica nas laterais da cama e no painel de cabeceira da cama foi projetado de parede a parede com meia altura e afastado da parede com luz indireta “soltando”o painel da parede.

Fonte da imagem site: Gesso Virtual.
Nesta sala de jantar foi trabalhando no gesso uma sanca invertida próximo da parede e um rasgo central com fechamento em vidro jateado, remetendo a uma luz de clarabóia.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
No site não havia indicação de que material foi feito este arco, mas fica como dica ou inspiração de como explorar o gesso.  Aproveitou-se aqui colocar laser mini dicróica em cima da mesa de jantar, e próximo da parede ponto para balizar o caminho.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Procurando as imagens encontrei esse bar, achei fantástica a solução que os arquitetos propuseram, um detalhe de gesso como luz difusa, e dentro desse recuo foi instalado garrafas de vidro.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
O detalhe de gesso neste local foi feito apenas um sulco, ou seja um recuo em linha reta para delimitar a área de instalação de luminárias.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Outro ambiente comercial onde o gesso foi explorados de de diversas maneiras ã comportar a iluminação, no pavimento térreo tem-se um rasgo de luz e no pavimento superior o gesso serve para embutir as luminárias e também como sanca invertida.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
O quarto com o teto verde ressaltou o detalhe de rasgo de luz.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Outro exemplo de rasgo de luz, é uma forma de distribuir bem  a iluminação e de forma indireta.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Com um detalhe um pouco mais ousado, o detalhe do gesso se faz por uma forma oval e o rasgo de luz atravessa esse detalhe.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Na imagem acima vê-se que a iluminação esta de forma periférica, deixando o centro do teto limpo, sem luminárias. E ao fundo, junto ao cortineiro uma sanca invertida com luz amarela. Para dar esse tom de amarelo pode-se usar mangueira luminosa, que uma luz mais suave, ou usar fluorescente tubular com filtro âmbar.

Fonte da imagem site: Santos e Santos.
Neste quarto o detalhe do gesso acompanhou a área de cortina, e como iluminação usou-se pontos focais, que podem ser com dicróicas ou mini dicróicas de 10graus.

Fonte da imagem site: Dezeen
Para esse  efeito de clarabóia, que da a impressão de luz natural, pode ser feito o corte no gesso, como fonte de luz usar as fluorescente tubulares e no fechamento vidro ou acrílico.

Fonte da imagem site: Dezeen
No site onde encontrei essa imagem não estava especificado o tipo de material que foi usado no teto, mas sua geometria e solução de luz artificial ficou interessante e nos vale com dica.

Fonte da imagem site: Dezeen

Fonte da imagem site: Dezeen

Fonte da imagem site: Dezeen
Para esse feito de luz indireta na parede pode-se usar vários tipos material, dentre eles MDF ou mesmo o gesso, desde que projetado para alojar as lâmpadas fluorescentes na parte de trás do painel.

Fonte da imagem site: Dezeen
Para este painel de luz pode ser usado o próprio gesso e embutir as luminárias.

Fonte da imagem site: Dezeen

Fonte da imagem site: Dezeen
Com um desenho mais ousado e orgânico, as linhas que circulam o teto descem pelas paredes enfatizando o desenho e rasgo de luz.